Backup Direto para a Nuvem com Veeam Backup & Replication

Dando sequência na série de posts que estou fazendo, hoje vou mostrar como fazer um backup de um servidor diretamente para a cloud.

Caso você ainda não tenha visto eu já escrevi outros 2 posts onde eu mostro como é fácil criar um bucket imutável na Wasabi e, também, como adicionar esse mesmo bucket dentro do Veeam Backup & Replication como um repositório de backup.

Introdução

Um ponto importante a se destacar é que o backup direto para a nuvem é um recurso que chegou atrás da versão 12 do Veeam Backup & Replication.

Até a versão 11 do software, os backups para nuvem só eram possíveis através do recurso de Scale Out Backup Repository.

Assim, caso você ainda esteja utilizando alguma versão anterior ao Veeam 12, você não vai conseguir configurar a job de backup da mesma forma que vou mostrar aqui.

Tendo entendido isso, vamos agora a criação da job de backup.

Configuração Job de Backup

O que devemos fazer é criar a job de backup que queremos enviar direto para a nuvem. No meu caso eu vou criar um job de máquina virtual de um ambiente vShere. Para isso basta clicarmos no ícone Backup Job e depois em Virtual Machine:

Lembrando que para fazer backup das suas VMs é necessário apresentar o seu ambiente virtual dentro do Veeam.

Depois disso você deve dar um nome e uma descrição para sua job de backup:

Agora apenas seleciona quais são as máquinas virtuais que você deseja fazer backup:

Agora no campo Backup Repository, selecione o repositório da Wasabi imutável que nós configuramos anteriormente.

Como qualquer outra job de backup é necessário selecionar a retenção do backup, ou seja, por quantos dias você deseja armazenar esse backup.

Na próxima tela é onde configuramos o Guest Processing. Como esse não é tema desse post apenas clique em Next para avançarmos.

Caso você tenha interesse eu tenho um outro post sobre o Application Aware do Veeam onde eu abordo esse assunto.

Agora basta configurarmos o agendamento da job de backup, ou seja, quando que ela vai rodar. Nomeu caso eu deixei ela rodando diariamente das 09:00 da manhã:

Por fim basta clicarmos em Finish:

Agora já temos nossa job criada e já em execução:

Após a execução podemos ver o backup já concluído:

Por último ainda podemos ver o consumo do upload de Internet no momento em que o backup estava em execução.

Conclusão

Como podemos ver, não é nada difícil termos o backup sendo salvo diretamente na nuvem. Entretanto em todos os projetos de proteção de dados nós devemos considerar ter um backup local além do backup em nuvem.

É importante lembrar que em um caso de desastre onde você vai precisar de uma restauração de backup, normalmente você vai querer fazer esse restore o mais rápido possível e com certeza a o backup em cloud não é a melhor escolha nesse tipo de cenário.

Mateus Wolff

Meu nome é Mateus Wolff e trabalho com TI desde 2009. Sou arquiteto de soluções de proteção de dados e tenho algumas certificações VMCE, VCP-DCV e ITIL. Participo dos programas VMware vExpert e Veeam Legends. Também sou líder nos grupos VMUG e VUG.

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *