A História do Windows Server

 

Estamos em 2016 já começando a ouvir falar da nova versão do Windows Serve 2016, porem a versão que ainda está mais em pauta é a sua antecessora 2012.

 

De longe a versão 2012 R2  lançada em 18 de outubro de 2013 tende a ser a mais utilizada por alguns anos à frente. Temos ainda muitas empresas ainda utilizam a versão 2008 do sistema, pensando agora em migrar para a 2012. Mesmo que tenhamos a versão 2016 lançada esse ano, a sua aceitação, adaptação e futuras migrações vai ser uma coisa vagarosa e que necessita sempre de análise. É só tomar como base a última versão de estação de trabalho, o Windows 10. Mesmo com o incentivo da Microsoft em disponibilizar ele gratuitamente pra quem já tinha um sistema operacional original instalado em seu computador, muitas usuários ainda preferem usar o Windows 8, 7 ou até mesmo o bom velhinho Windows XP.

 

Também devemos lembrar que atualmente temos muito mais material sobre o Windows Server 2012 e todos os seus componentes. Livros, apostilas e cursos sobre a futura versão prevista para esse ano só vão começar a aparecer com o passar do tempo. Arrisco a dizer que a versão 2016 terá uma parcela significativa no mercado apenas em 2019 ou 2020.

 

Então para entendermos aonde o Windows Server 2012 e sua atualização nomeada de R2 se encaixam no meio de toda essa história vamos fazer uma especie de timeline tanto para Windows Client quanto para Windows Server.

winserver_versao

Devemos lembrar que tudo começou em junho de 1980 quando Bill Gates juntamente com Paul Allen desenvolveram o MS-DOS. Sem sombra de dúvidas esse foi principal produto que tirou a Microsoft de um fundo de garagem e transformou ela nessa corporação gigante que conhecemos hoje. O MS-DOS teve sua primeira versão comercial apenas em 1986 e, logo após o seu lançamento, chamou atenção de grandes empresas como IBM que dessa certa forma ajudaram a atrair mais olhares e transformar ele no que hoje conhecemos como Windows.

 

Na figura que apresentei acima vocês podem ver que a timeline começa no Windows NT 3.1. Isso não quer dizer que não houve versões anteriores a essa, entretanto foi apenas no 3.1 que o sistema operacional se tornou definitivamente utilizável. Casualmente também foi essa a primeira versão que chegou aqui no Brasil. Podemos dizer que a versão 1.0 e 2.0 praticamente não existiram aqui no país.

 

Depois disso vieram as versões NT 3.5 e NT 3.51 que foram sim novos sistemas operacionais, porem ainda baseados no NT 3.1. Lembrando também que a sigla NT vem de New Technology, já que foi na 3.1 que o Windows teve seu kernel totalmente remodulado. Tanto a versão 3.5 quanto a 3.51 tiveram grande popularidade no uso empresarial. Entretanto ainda era um sistema operacional baseado na arquitetura de 16bits.

 

Em 25 agosto de 1995 acontece um revolução no que tange o sistema operacional da Microsoft pois foi lançado o Windows 95. Um novo sistema operacional com uma nova interface baseada em 32bits. Foi aqui que foi introduzido o conceito do botão inciar (que depois fez tanta falta no Windows 8), barra de tarefas e diversas outras funções que hoje são muito bem conhecidas por nós usuários. Outro fato importante foi que nessa época, a Microsoft começou a adotar a nomenclatura de NT Workstation e NT Server.

 

Exatamente após um ano do Windows 95 a Microsoft lança o Windows NT 4.0. Esse sim um sistema operacional que tinha funções de servidor como compartilhamento de arquivos e de impressoras. Conforme planejado, aqui a Microsoft lança as versões NT 4.0 Workstation e NT 4.0 Server. Com esses dois sistemas operacionais interligados em rede era possível ter uma rede inteiramente Microsoft. Era o que se tinha mais parecido com o temos hoje em dia. Vale lembrar também que essa versão foi muito estável, até mesmo mais do que suas sucessoras 98 e ME.

 

Logo depois do lançamento do NT 4.0 já começaram os rumores do NT 5.0. Muita expectativa foi criada pra cima do que seria o próximo sistema operacional da Microsoft. Contudo diversos itens fizeram com que o lançamento do suposto NT 5.0 fosse atrasado mais e mais.

 

Após muitas delongas e promessas a Microsoft finalmente lança em 17 de janeiro de 2000 a nova versão, contudo, refeita com o nome de Windows Server 2000. A nova versão do sistema operacional foi uma verdadeira revolução para o mundo da tecnologia. Diversas melhorias em comparação ao seu anterior NT 4.0, porém a que mais destacou o sistema operacional foi o Active Directory. Sem sombra de duvida foi a maior mudança de paradigma que ocorreu na história dos sistemas operacionais de servidores da Microsoft.

 

De primeiro momento todos pensaram que a aceitação do Windows Server 2000 seria lenta ou até mesmo de baixa aceitação. Toda via foi justamente o contrario que ocorreu. Muitas empresas passaram a basear toda a sua infraestrutura em servidores no Windows 2000. Não é a toa que até hoje diversos outros serviços terceiros confiam as suas credencias, logins e usuários na base do Active Directory.

 

Contudo as novidades não param. Em 24 de abril de 2003 a Microsoft lança o Windows Server 2003. Porem a pergunta que nos fazemos é: Se o Windows 2000 Server foi tão bem aceito e também é um sistema operacional tão estável. Porque foi lançada uma nova versão apenas 3 anos depois do tão aclamado Windows 2000? Uma coisa que sempre devemos ter em mente é que com um novo sistema operacional lançado, novos usuários passam a utilizá-lo e com isso novas demandas tendem a aparecer.

 

Seguindo essa lógica de evolução continuada, quase 5 anos depois, surge o Windows Server 2008. Lançado em 18 de Fevereiro de 2008. Muitas novidades realmente uteis como o inicio da função de virtualização chamada de Hyper-V deixaram ele com uma excelente adoção no mercado. Não é por menos que o 2008 é a atualmente a versão que ainda é mais utilizada em servidores empresariais Windows.

 

Mas como as novidades não param, após quatro anos do lançamento do Windows Server 2008 a Microsoft lança o Windows Server 2012. Datado em 1º de Agosto de 2012, a nova versão teve diversas melhorias, principalmente no quesito de virtualização com o Hyper-V. Cerca de 18 meses depois após o lançamento da versão inicial, a Microsoft lança uma nova versão do 2012 chamado de R2. Ela já havia feito isso no Windows Server 2003 R2 e no Windows Server 2008 R2. O nome vem de Release 2 e sempre que a Microsoft faz isso é porque houve grandes atualizações de melhoria no sistema operacional, mas não ao ponto de ser uma nova versão.

 

Atualmente o Windows Server 2012 R2 é o mais novo sistema operacional da Microsoft, porém já há versões de testes do Windows Server 2016. Ainda não há datas confirmadas, mas ao que tudo indica esse ano vamos ter o lançamento dela com certeza.

 

Como mencionei no começo do artigo, a migração de sistemas operacionais de servidores não é tão rápida quanto a de Windows Client, tanto que até hoje temos muitos servidores com a versão de 2008 instalado. Se seguirmos esse aspecto chegamos a conclusão que o Windows Server 2012 tende a ser o mais utilizado por um bom tempo, ainda mais que ele tem se mostrado uma ótima opção para o uso do Active Directory e também muito estável se comparado com as versões anteriores já lançadas.

Mateus Wolff

Meu nome é Mateus Wolff e trabalho com TI desde de 2009. Sempre gostei de tecnologia num geral, mas me identifiquei na área no momento em que vi a importância de uma boa infraestrutura nas corporações. Me considero um generalista. Atuo de forma holística trabalhando em ambientes de TI de ponta a ponta. De redes a virtualização, de servidores a firewall’s. Tenho as certificações ITIL e Cloud Computing. Estou estudando graduação em redes de computadores. Sou apaixonado por heavy metal e adoro gatos e tatuagens.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *